segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Pequena Nota

Muitas vezes paro e penso nas pessoas que passaram pela minha vida. Umas continuam ativas nela, outras se foram sem deixar rastros. O fato é que cada rosto, cada olhar, cada vez me traz uma recordação nostálgica.

A minha mente então, tenta reviver cada sensação gostosa que vivi ao lado dessas pessoas, muitas vezes voltam-se algumas más lembranças. E me pergunto... Porque penso tanto no passado se vivo o futuro? Culpo-me muitas vezes de não ter feito tantas coisas no passado, culpo-me por ter errado ali, não ter errado lá, ter feito aquilo, não ter feito aquilo.

O fato é, que não revivo o passado, relembro minha maturidade. É como estudar, relembro meus erros para não mais comete-los, aceito os erros para que eu possa continuar em frente. Tenho visto que estou amadurecendo. É estranho, olhar para trás e ver as coisas fúteis com que eu me preocupava. Mas quem me garante que daqui a 10 anos, as preocupações que tenho hoje também não serão fúteis?

Muitas vezes paro em conversas internas dessa forma, mas esse texto não foi feito para que eu discutisse comigo mesmo, mas sim para agradecer todos aqueles que um dia estiveram em minha vida, que me permitiram errar mesmo que os machucasse, que me permitiam acertar, que foram (ou ainda são) importantes a mim. Agradeço-os por permitirem chegar até aqui. Sei também, que sempre quis tê-los comigo, mas isso não passa de um egoismo, um capricho. Preciso aprender a aceitar que vocês possuem suas vidas e não vivem por mim. Por isso, agradeço-os desde já...

Um comentário:

nanda disse...

Erros, quem não os comete?! e se não hovessem, se nós não os enchergássemo?! Como seria nossas vida sempre achando q é tudo certo?!

*O* obrigada por compreender os meu erros assim como compreendo os teus
Obrigada por tudo! s2